Up(a) Up(a)!

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

No dia seguinte à postagem abaixo, eu fui pra faculdade pretendendo almoçar e, em seguida, ir pra aula de álgebra. Assim que eu entrei no departamento de química encontreio o Kahlil e a Estrela (^^). Me disseram que as aulas teriam sido suspensas a partir daquela manhã, e que eu tinha perdido meu tempo indo lá. Assim que chegamos na fila do RU liguei pro pai, dizendo que eu teria dez dias de completa ociosidade e que não queria ficar naquela cidade dando 'oi' pros H1N1 voadores. Assim que consegui falar com minha mãe, as primeiras palavras dela foram: vem pra cá!

Resultado, estou aqui em Borrócity novamente, e não mais até dia 09. Até dia 16! E é tão bom!!!
Tem o lado ruim disso também, mas ah... talvez aula no Natal não seja tão ruim assim (hahaha - meu senso de humor já foi melhor).
Não sei o que acontece, mas quando estou em casa, me dá uma falta de motivação gigantesca (leia "preguiça") pra ficar entrando em internet e postando no blog.
Então... ontem fui pro sítio. Muito antigamente (como estou velha, Senhor!) esse era meu programinha de domingo à tarde. Mãããããs... agora já fazia 2 anos ou mais até que eu não dava as caras por lá. Tsc tsc, muito feio isso. Aí eu fui, em cima da camionete (?), com o vento na cara, mesmo estando um pouco frio, observei atentamente a paisagem, cada detalhe do caminho que eu havia esquecido, o trigo, os morros, tudo. Cheguei lá, andei pelo pomar, fui pra meus cantinhos preferidos, ajudei a tia a pegar mexerica no pé (dá-lhe mimosa, curitibanos!), até andei de cavalo (ou a cavalo; ou no cavalo; que seja...). Ele se chama Negão. Muito original. Adivinha a cor dele... tá bem velhinho já coitado, mas deu conta. Fui no pé de canela. Já viram um pé de canela? Se você não pegar a folhinha e mastigar, nunca vai acreditar que é um pé de canela. Porque a aparência é de uma árvore muito comum, sem graça até eu diria... qual não foi minha surpresa a primeira vez que, seguindo o que vovó disse, mastiguei um pedacinho de folha e concluí que pé de canela existia de verdade. Agora é minha árvora preferida no mundo todo.
Aaaaai, querido leitor, imagino quão interessante você deve ter achado isso.
Deu uma loucura no Rafa e ele ressuscitou o blog dele, http://pirilampu.blogspot.com/. Tem o link ali do lado também, assim como os blogs dos meus amigos.
Eu sei que eu tinha mais alguma coisa pra colocar aqui, mas acho que esqueci. Então é isso.
Fiquem felizes, e não peguem a tal gripe. Aliás, não peguem coisa alguma.

Beeeeijo grande *

4 comentário(s) muito inteligente(s):

Lutcho disse...

E q vah a H1N1 pra acabar com essas ferias q irão estragar as ferias de janeiro...aeoiuhaeiouhae

Rafael Lopes disse...

Noossa querida, que dia legal no sítio ^^ agora a Bá adora canela, num sei se ec "agora" está compátivel, pq talvez vc já gostace, mas de qualquer jeito gosta agora ;D, mais que conversa fiada, e obrigada pela divulgação do meu blog ;D
beijos

Chrystian disse...

ai que legal estar por ai xD

ri muito de imaginar vc dando oi pros H1N1 voadores shauhsuahsa

Bárbara F. disse...

É, pois é né Lutcho.. fazer o quê!

Amor, não entendi o negócio do "agora". De nada, beeeeijo ;)

Cric, eles estão por toda parte! Não respire! Não fale! Não coma! Não saia! Não toque! Não pense! Pode ser contagioso!