!

sábado, 17 de abril de 2010



"A disciplina fabrica corpos submissos e adestrados, corpos dóceis."
Foucault

Legal.
Tá, mas será que Foucault era um cara assim... meio revolts??? [:)]

Not.

Falar é fácil, né Foucs.

Hi people!

quinta-feira, 15 de abril de 2010



Ai gente, então né. Até me surpreendi com o povo lendo isso aqui ainda...
Pena que eu não tenho nada de divertido pra escrever aqui pra vocês ultimamente.

Sessão desabafo (mode on):
Sabe, eu realmente adoro a faculdade, adoro meu curso... Mas eu tenho percebido que, tanto a meninada aqui em casa quanto a galera da faculdade, andam bastante cansados, estressados, precisando de um tempo pra descansar, sair...
Esse semestre eu chego em casa depois das 18h todo dia, fico o fim de semana inteiro estudando, fazendo relatório, resolvendo lista... Isso cansa. Mas ao mesmo tempo eu não posso simplesmente abrir mão disso, eu não posso pegar uma tarde de sábado pra sair. Porque tem realmente muita coisa pra fazer.
Ficar sem fazer nada é meio tedioso às vezes, sim. Mas ter um tempo pra relaxar é fundamental. Eu queria ter isso.
Não adianta dizer que "aaah, é só você organizar seu horário", "é só você focar no que você tem que fazer". Não adianta. NÃO DÁ pra organizar o meu horário.
E sabe do quê mais? Descobri essa semana que semestre que vem será mais puxado ainda. E fica essa perguntinha na minha cabeça todo bendito dia: Vale a pena?
Porque, sinceramente, eu sinto falta de ser uma garota de 18 anos que adora conversar com os amigos, morrer de rir com a família e namorar o namorado, claro.

Sério, esse zumbi que está escrevendo isso tudo não sou eu. Não mesmo.

Beijocas *

E me respondam aí, vocês também tem essa nóia na cabeça ou só eu que tou pirando?

¬¬'

sábado, 10 de abril de 2010


Então, to mto p*** com essa faculdade que toma todo meu tempo e não me deixa ter vida social. Estou na melhor fase da minha vida, mas longe da minha família, do meu namorado, e nem curtir com meus amigos estou podendo. Porque minha vida é só estudar, estudar, estudar e me ferrar, me ferrar, me ferrar.

Eta mundo injusto.

Vim desabafar isso nesse blog abandonado que ninguém mais lê porque me deu um surto nostálgico muito grande agora. E se a imagem não aparecer eu vou ficar muito brava.

Beijos revoltados. *